Edição on-line do Fica 2020 reforça a democratização do festival

O evento será realizado de 16 a 21 de novembro, com transmissão pelas plataformas oficiais do festival

Em razão da pandemia provocada pela Covid-19, que acometeu todo o mundo, o governo de Goiás irá promover neste ano, por meio da Secretaria de Cultura (Secult Goiás), a 21ª edição Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental - Fica 2020, em formato totalmente adaptado ao ambiente virtual. 

O festival, um dos mais importantes projetos do calendário cultural do Estado, ocorrerá no período de 16 a 21 de novembro, com uma programação que privilegia mostras de cinema competitiva e paralela, além de palestras, mesa de debates, oficinas, laboratório de consultoria, sendo que algumas das atividades serão abertas ao público e outras se darão mediante inscrição. 

Uma das principais medidas do governo nessa nova versão do Fica é democratizar e facilitar a participação dos realizadores, bem como promover o acesso ao evento a todos o públicos, de forma gratuita e segura.

Para isso, a Secult está desenvolvendo um roteiro embrionário, cujas inscrições e todo o processo do Fica estão sendo feitos por meio digital.  Os filmes e documentários serão exibidos em uma plataforma exclusiva, assim como as demais atividades paralelas, formatando um novo festival, com um time de representantes do audiovisual e de inovação. Com essa roupagem diferenciada, a proposta é agregar uma estrutura acessível, priorizando a qualidade do evento. 

Em meio a tantos enfrentamentos, a realização do Fica neste ano, para o governo, é motivo de celebrar. “É com muito trabalho e dedicação junto à Secult que estamos conseguindo vencer as dificuldades. E agora o maior festival de cinema ambiental da América Latina vai acontecer!”, disse Ronaldo Caiado.

Para o secretário de Cultura, Adriano Baldy, trazer de volta o Fica é uma satisfação, e nesse novo formato, chega a ser um desafio, e comemora. “Estamos muito felizes por podermos realizar, mesmo que de forma digital, a 21ª edição do Fica. Essa será, sem dúvida, uma experiência nova para todos nós, para todos os envolvidos e tenho certeza de que o resultado final será o esperado pelos goianos”, afirma.

Referência no Brasil e no mundo, o Fica tem como principal finalidade divulgar, exibir e premiar obras audiovisuais com temática ambiental, produzidas em qualquer parte do mundo, além de promover ações de difusão, produção e capacitação nas áreas audiovisual e ambiental.

Ao longo de seus 20 anos, o Fica vem cumprindo seus objetivos fundamentais: valorizar o cinema; discutir amplamente a questão ambiental; movimentar a cultura com ações de valorização do artista e sua criação, além de promover a reflexão e sensibilização sobre os desafios do ser humano diante da situação ambiental do planeta.