Edição digital do Fica recebe inscrição de 131 filmes em 18 dias

Em 2020, festival ampliou premiação para vídeos de temática ambiental. Entre as novidades estão os prêmios José Petrillo e Goiás do Futuro. Prazo para submissão de trabalho para mostra se encerra dia 27 de setembro

Com apenas 18 dias desde a abertura das inscrições, o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica 2020) já contabiliza 131 filmes inscritos até o início da tarde desta segunda-feira (14/09). Restam ainda duas semanas para o fim do prazo, em 27 de setembro. O regulamento e a ficha de inscrição estão no site oficial do evento (www.fica.go.gov.br).  A 21ª edição da mostra ocorrerá entre 16 e 21 de novembro, de forma completamente digital. 

Para o secretário de Estado de Cultura, Adriano Baldy, o número de inscrições demonstra o quanto o segmento de audiovisual aguardava pelo evento. “Termos mais de 130 filmes inscritos ainda na metade do prazo de encerramento, num contexto que exigiu nova formatação do Fica, demonstra que o setor de cinema confia na seriedade com que o festival é tratado pela nossa gestão”, completa.

Este ano, o governo de Goiás traz novidades aos participantes do Fica, como a bonificação de todas as obras selecionadas. Trata-se de uma taxa de seleção destinada aos filmes que forem escolhidos nas mostras competitivas do festival. Essa modalidade foi batizada de Prêmio José Petrillo e pagará R$ 3,5 mil para cada longa-metragem e R$ 2 mil para cada curta-metragem  selecionado.

O montante é acumulável com outros prêmios que o filme possa vir a receber durante o festival. No total, serão distribuídos R$ 142,5 mil em premiações, que variam de R$ 2 mil a R$ 7 mil. Também haverá premiação à Mostra da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas de Goiás (ABD), com valores de R$ 2, 5 mil e R$ 2 mil, nas categorias melhor filme de ficção, melhor filme documentário, melhor filme de experimental, melhor diretor, direção de fotografia, roteiro, atuação, melhor som, trilha musical e direção de arte.

E, para auxiliar de alguma forma a cidade de Goiás, que excepcionalmente não sediará o Fica devido à pandemia de Covid-19, o Governo de Goiás criou o prêmio Goiás do Futuro. A iniciativa destinará premiações de R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil a propostas de ideias de sustentabilidade relacionadas ao meio ambiente e ao empreendedorismo que visem tornar o município mais sustentável e inovador.