Governo de Goiás prorroga prazos para execução e prestação de contas da Lei Aldir Blanc

Programa de emergência, do governo federal, já contemplou mais de 1.500 projetos em Goiás, movimentando o setor cultural e econômico do Estado

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), prorrogou os prazos dos editais da Lei Aldir Blanc para execução de projetos até 30 de junho e para prestação de contas, até 31 de julho, por meio da plataforma Mapa Goiano. Para prestação de contas, a plataforma estará disponibilizada a partir do dia 11 de junho.

A medida visa atender os proponentes que ainda não concluíram as etapas do certame, em razão de eventuais vulnerabilidades decorrentes da pandemia de Covid-19, para que possam fazê-la sem prejuízo ao pleito.

Em números, mais de 1.530 projetos de fomento cultural foram aprovados em três editais que contemplam a pluralidade do setor artístico, com mais de R$ 5 milhões em recursos da lei emergencial já pagos aos artistas e trabalhadores da cultura em Goiás.

Todas as informações sobre a Lei Aldir Blanc estão disponíveis no site: www.cultura.go.gov.br.

 

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.