Centro Cultural Martim Cererê passa por reparos na iluminação e som

O objetivo é garantir que a unidade tenha as melhores condições para receber novos projetos quando for permitido

Apesar de estar temporariamente fechado, por conta da pandemia de Covid-19, o Centro Cultural Martim Cererê, unidade da Secretaria de Estado de Cultura de Goiás (Secult Goiás), passa atualmente por vários reparos em parte de sua estrutura.

O objetivo é garantir que a unidade tenha as melhores condições e suporte para receber os novos projetos e encontros quando for permitido.

Nesta semana, a equipe do Martim Cererê, em conjunto com o iluminador do Teatro Goiânia, Rosevelt Saavedra, realiza ações de revisão, levantamento e reparo na estrutura de iluminação. São vistoriados e reparados os spots de iluminação, bem como as mesas de luz dos teatros Yguá é Pyguá.

Além da iluminação, também serão feitas inspeções e reparos nos equipamentos de som (caixas e mesas) nos próximos dias. A equipe do Centro Cultural Martim Cererê que auxilia no restauro dos equipamentos é formada pelos servidores Gláucio, Afonso, Victor e Marcelo.

O Secretário de Cultura de Goiás, Adriano Baldy, elogiou a iniciativa da equipe e lembrou que a unidade já foi palco de diversos momentos históricos e marcantes para a cultura do estado. “É muito importante que nós possamos conservar, restaurar e, principalmente, atualizar todos os aparatos que fazem do Martim Cererê, um espaço físico e simbólico tão importante para a cultura goiana”, afirmou o secretário. “Tenho certeza que quando a pandemia for superada, nosso querido Centro Cultural estará em perfeitas condições para receber todo o público que com certeza deve estar com saudades”.