Governo de Goiás organiza cronograma de lives e reuniões para tirar dúvidas sobre novos editais da Lei Aldir Blanc

Principais pontos sobre processo seletivo que irá destinar R$ 40 milhões para segmento cultural serão esclarecidos por gestores da Secult Goiás, em roteiro semanal que terá início nesta sexta-feira (30/07)

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás), preparou um cronograma de lives e reuniões para orientar e tirar dúvidas dos proponentes sobre os novos editais da Lei Emergencial Aldir Blanc (LAB), que irão distribuir recursos no valor de R$ 40 milhões para o setor cultural. Também serão promovidas ações nos municípios goianos, por meio de cursos explicativos, numa força-tarefa em parceria com o Senai Goiás e as secretarias de Desenvolvimento Social (Seds), e da Retomada (SER).

A iniciativa visa facilitar os trâmites e esclarecer os principais pontos dos editais para que os artistas possam se inscrever e participar da seleção sem prejuízo ao benefício. Para isso, um roteiro terá início nesta sexta-feira, 30 de julho, seguindo até o dia 13 de agosto, com transmissão gratuita pelo canal do Youtube da Secult Goiás.

A primeira reunião, do dia 30, será das 19h30 às 21h30, comandada pelo Conselho Estadual de Cultura, que irá tratar dos processos de análises e julgamentos dos projetos. As demais lives serão realizadas das 9h às 11h entre os dias 02 e 13 de agosto, com questões relativas aos diferentes segmentos contemplados pelos editais.

Lançados pelo Governo do Estado, os novos 20 editais irão abranger cerca de 2,5 mil proponentes, nas mais diversas áreas como artesanato, audiovisual, arte feminina, pontos de cultura, circo, cultura popular, cultura kalunga e quilombola, dança, festivais, hip hop, dentre outras.

As inscrições para o processo seletivo do certame estão abertas e podem ser feitas até o dia 24 de agosto, pela plataforma Mapa Goiano, no site www.cultura.go.gov.br.

Incentivo

Criada pelo governo federal, a Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural visa auxiliar trabalhadoras e trabalhadores da Cultura, bem como os espaços culturais brasileiros, no período de isolamento social, ocasionado pela pandemia da Covid-19. Em Goiás, mais de 1,5 projetos já foram contemplados com o benefício.

Confira o cronograma:

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.