Secult Goiás libera comprovantes de rendimentos dos aprovados na Lei Aldir Blanc

 

Em 2021, a secretaria destinou mais de R$ 50 milhões para o setor cultural por meio do mecanismo de fomento

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) informa que os comprovantes de rendimento dos proponentes aprovados nos editais da Lei Aldir Blanc em 2021 já foram liberados e podem ser acessados pelo link https://sep.cultura.go.gov.br/irpf/ . Dessa forma, quem recebeu os recursos no ano de 2022 já está apto para realizar a Declaração do Imposto de Renda.

Em 2021, a Secult Goiás operacionalizou a Lei Aldir Blanc, mecanismo do Governo Federal, e distribuiu cerca de R$ 50 milhões para o setor cultural goiano através de 20 editais. Foram contempladas diversas áreas como Artes Visuais, Audiovisual, Pontos de Cultura, Circo, Música, Artesanato e Arte popular, Dança, Teatro, Cultura Popular, Hip Hop, Comunidades kalunga e quilombola, Letras, Arte feminina, Direitos Humanos, Bibliotecas, Galerias e museus, Trajetórias Culturais, entre outros.
A Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural surgiu com o objetivo de auxiliar trabalhadoras e trabalhadores da Cultura, bem como os espaços culturais brasileiros, no período de isolamento social, ocasionado pela pandemia de Covid-19.


Declaração do imposto de renda
A declaração do Imposto de Renda 2023 começou nesta quarta-feira (15/03) com todas as funcionalidades de entrega e transmissão para fazer a declaração disponíveis. A Receita Federal espera receber entre 38,5 e 39,50 milhões de declarações dentro do prazo estipulado, que vai até 31 de maio. Aqueles que tiveram renda tributável (salário, bônus na empresa etc) maior que R$ 28.559,70 em 2022 devem declarar o imposto em 2023.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.